Como a inteligência artificial pode humanizar o RH?

 

A inteligência artificial (IA) tem sido o foco dos desenvolvimentos tecnológicos durante décadas, ou seja, a competência humana tenta projetar ferramentas sofisticadas para que possam pensar, planejar e se adaptar, de forma com que tentem se aproximar das capacidades do cérebro humano. Dentro dessa realidade, há diversas profissões que utilizam desses recursos para trazerem maior produtividade em suas áreas, Recursos Humanos é uma delas.

 

Visando tornar a capacidade estratégica mais ágil e eficaz, o segmento aproveita a IA para realizar processos baseando-se em dados de pontos específicos. O grande benefício da sua utilização é trazer velocidade e fazer com que o trabalho se torne muito mais assertivo e menos operacional. Isso faz com que as atenções se voltem para novas formas de engajar e humanizar os profissionais, principalmente na área de recrutamento e seleção.

 

Outra questão é o aumento do desempenho e a isenção de influências na hora de tomar uma decisão. Quando o profissional tira suas conclusões a partir de um conteúdo baseado em dados, há uma possibilidade menor de correr riscos. Isso resulta em uma capacidade de coletar grandes quantidades de informações de diversas fontes e modelos que apontam tendências e projeções que podem facilitar as decisões, mesmo quando tomadas com antecedência.

 

Possuir tecnologias adequadas para qualificar melhor o trabalho já não é mais o diferencial. O que irá gerar esse ganho são os líderes cada vez mais capacitados e inovadores. Há ferramentas e informações em abundância com estes novos recursos, o profissional de RH terá que possuir o discernimento para analisar as informações e fazer uma seleção desses dados para gerar bons resultados.

 

 

 

 

 

Mantenedores

Apoiadores institucionais